piemonte fm

quinta-feira, 5 de março de 2015

Dr. Rey diz que perdoa todos por confusão em Campina e cogita ser senador pela Paraíba

Cirurgião pretende usar os conhecimentos adquiridos fora do país para ajudar o Brasil a crescer e quer acabar com problemas relacionados à água na Paraíba; ele afirmou ainda que o clima paraibano é idêntico ao da Califórnia

Cidades | Em 04/03/15 às 15h05, atualizado em 04/03/15 às 21h42 | Por Ewerton Correia
Reprodução/Instagram
Dr. Rey diz que perdoa agressor
Após uma série de publicações sobre a confusão ocorrida em um bar de Campina Grande, no dia 28 de fevereiro, o cirurgião plástico e apresentador Roberto Miguel Rey Júnior, o Dr. Rey explicou ao Portal Correio que não guarda nenhum rancor, não vai mais processar nenhum envolvido no caso e cogita fortemente se candidatar a uma vaga no Senado pelo Estado onde teve as partes íntimas apalpadas durante um jantar com colegas de um congresso.

Leia também: 

* Apesar de briga em bar, Dr. Rey quer comprar fazenda na Paraíba

* Dr. Rey se diz vítima em tumulto na Paraíba e confessa ter dado o primeiro soco

Segundo o médico, que é filiado ao Partido Social Cristão (PSC), uma das razões para ele se candidatar é o clima do estado, mais precisamente de Campina Grande, cidade que parece tê-lo encantado. “O clima paraibano é idêntico ao da Califórnia, fui criado no Arizona e estou muito acostumado com áreas áridas, me sinto muito em casa”, disse ele, que já está Estados Unidos.


Dr. Rey afirmou também que, caso eleito como senador pela Paraíba, deve trazer boas ideias e experiências que deram certo fora do país. Uma das observações dele foi a respeito na distribuição de água, que segundo ele necessita de uma atenção maior e deve ser concedida com menor custo; ele também deixou claro que deve lutar por medidas que fortaleçam o empreendedorismo. “Fui criado em um estado deserto, mas nunca tivemos problemas com água, além disso, quando estive em Campina Grande, uma cabeleireira e algumas outras pessoas me disseram que iriam fechar seus negócios porque não conseguiam pagar os impostos”.

Entusiasmado com a possibilidade de poder regressar ao Brasil para trabalhar no cenário político, o apresentador informou que chegou a visitar algumas fazendas na Paraíba e deve voltar logo ao país; ele também admitiu ser apaixonado pelo povo brasileiro, por quem diz querer lutar. “O Brasil está em chamas, os brasileiros têm que deixar as mentes abertas, muitos foram às ruas e querem sangue novo e ele chegou, com sotaque, mas chegou”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário