piemonte fm

segunda-feira, 16 de março de 2015

Começam audiências sobre caso do assassinato de casal em festa de casamento em CG

Audiências antecedem a decisão sobre o julgamento dos reus no crime que aconteceu no estacionamento de uma casa de recepção de Campina Grande, em que vítimas eram padrinhos

Justiça | Em 16/03/15 às 17h41, atualizado em 16/03/15 às 17h53 | Por Redação
Reprodução/Arquivo pessoal
Casal assassinado em Campina Grande
O Tribunal de Juri de Campina Grande começou a ouvir as testemunhas e os acusados do assassinato do casal de empresários Washigton Luis e Lúcia Santana, que aconteceu em março de 2014 no estacionamento de uma casa de recepções em Campina Grande numa festa de casamento.



Serão ouvidos os seis réus, que estão sendo acusados do crime, entre eles Nelsivan Marques de Carvalho, que era sócio do empresário morto e está sendo apontado como mandante do crime; e Samuel Alves, acusado de ser o executor dos assassinatos.

A audiência é presidida pelo juiz Falkandre Queiroz, com a participação do promotor Osvaldo Lopes. A perspectiva é de que todos os réus e testemunhas sejam ouvidos em audiência e até o fim deste ano a Justiça decida se o caso vai a júri popular. Cerca de 25 testemunhas, entre acusação e defesa, serão ouvidas durante as audiência.

Uma primeira audiência, que estava marcada para o dia 23 de fevereiro, foi cancelada pelo Ministério Público. Segundo investigações da Polícia, uma dívida de R$ 81 mil teria sido o motivo dos crimes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário