piemonte fm

quinta-feira, 19 de março de 2015

Barragens e açudes da PB só somam 21% do armazenamento e deixam 195 mil sem água


Jornal Correio da Paraíba
Situação dos açudes preocupa
O secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo Lins Filho, confirmou a informação trazida pelo Portal Correio, nessa quarta-feira (18), sobre a situação crítica dos recursos hídricos da Paraíba. A Paraíba tem volume atual de apenas 789,9 milhões de metros cúbicos, quando a capacidade é de 3,7 bilhões de metros cúbicos (m³). Ou seja, os mananciais monitorados pelo Estado dispõem apenas de 21,09% do total de seus volumes.



Para debater a crise hídrica, econômica e o futuro imediato da Paraíba, o secretário de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo Lins Filho, estará nesta quinta-feira (19), na Aula Magna da Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), integrante da rede internacional de universidades Laureate. O evento vai acontecer no Teatro Ariano Suassuna no Colégio Marista Pio X, a partir das 18h30.

A Aula Magna trará como tema o ‘Desenvolvimento Socioeconômico na Paraíba: perspectivas profissionais. Após a aula, será realizado um debate sobre o assunto tratado. O evento é destinado a todos os estudantes das 24 graduações ofertadas pela FPB e integra o calendário acadêmico da instituição.

Perfil

O palestrante é formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e tem pós-graduação em Metodologia do Ensino Técnico. Exerceu a função de diretor da Divisão de Planejamento Habitacional do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor (IPEP), secretário de Planejamento da Prefeitura de Bayeux, chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa (Sedurb), assessor da Secretaria de Planejamento de João Pessoa e secretário de Habitação da capital, onde também exerceu o cargo de secretário da Infraestrutura.

Situação da Paraíba

Segundo o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) confirmou ao Portal Correio, açudes do Sertão da Paraíba estão com níveis mais baixos da história. O engenheiro André Sarmento, disse na tarde dessa terça-feira (17) que os açudes do Sertão do estado estão com os níveis mais baixos da história. As chuvas recentes ainda não têm sido suficientes.

Em janeiro deste ano, o abastecimento de água estava paralisado em 17 municípios e em cinco cidades, deixando 195.380 habitantes sem água. Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), a Paraíba possui 51 reservatórios com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total, 37 em observação, e 36 reservatórios em situação crítica.

Para se ter uma ideia da escassez de água nos reservatórios, e como o volume vem baixando nos últimos anos, a Bacia Hidrográfica de Jacu, que abastece Cuité, no Agreste, está em situação crítica, com capacidade de 12.367.300 m³ está acumulando apenas 219.710 m³.

Nenhum comentário:

Postar um comentário