piemonte fm

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Fla apresenta Pará, sombra de Léo Moura na lateral, e zagueiro Bressan

Novo reforço para a direita mostra respeito com ídolo rubro-negro e diz não estar preocupado se atual dono da camisa 2 rubro-negra vai continuar ou não no clube

Por Atibaia, SP
O Flamengo apresentou oficialmente nesta quarta-feira, em Atibaia (SP), dois reforços para a temporada de 2015. Já integrados ao grupo de comandados do técnico Vanderlei Luxemburgo, o lateral-direito Pará e o zagueiro Bressan, ambos vindos do Grêmio, concederam entrevista coletiva após o treinamento, ao lado do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano.
BRESSAN E PARÁ flamengo (Foto: Cahe Mota)Pará e Bressan se apresentam ao Flamengo para a temporada de 2015 (Foto: Cahê Mota)
Dentre os jogadores, Pará foi o primeiro a falar. Concorrente direto de Leonardo Moura na lateral direita, ele mostrou respeito ao ídolo nubro-negro.
- Não estou preocupado se Léo Moura vai continuar ou não. Eu me espelho nele, é um jogador da minha posição e que desempenha a função com muita qualidade. Espero corresponder à altura. O torcedor do Flamengo pode saber que vou me doar ao máximo - disse.
Entusiasmado, Pará revelou que sua contratação faz a alegria não só dele, mas de sua família.
- Para mim, é um prazer enorme. Agradeço a Deus por vestir uma camisa tão consagrada. Realizo o sonho da minha família, são todos flamenguistas no Pará. É um momento extraordinária. Falar de Vanderlei Luxemburgo é fácil, um treinador que monta grandes equipes e espero que sejamos vencedores - completou.
Bressan, por sua vez, comemorou o acerto para poder atuar na Gávea.
- Quando surgiu a possibilidade de vir para o Flamengo, fiquei muito feliz. Foi tudo muito rápido. Tenho certeza de que o time está muito bem representado na defesa. Vamos fazer um grande ano - afirmou o zagueiro.
Rodrigo Caetano ressaltou a importância de a dupla já ter atuado com Luxa.
- Pará e Bressan já tiveram a oportunidade de trabalhar com o Vanderlei e isso agrega. Já conhecem o método de trabalho - disse o dirigente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário