piemonte fm

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Natal Pela Vida distribui alimentos a famílias do Vale das Palmeiras, em JP

Moradores do local enfrentam problemas nas áreas de saúde, educação e sustentabilidade

Cidades | Em 17/12/14 às 08h33, atualizado em 17/12/14 às 08h39 | Por Jornal Correio da Paraíba
Assuero Lima
Ação social tem apoio do Sistema Correio de Comunicação
Cerca de 8 mil quilos de macaxeira foram distribuídos para mais de mil famílias carentes residentes no condomínio Vale das Palmeiras, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa. A macaxeira foi um dos doados pelo Programa Mesa Brasil do Sesc e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na Paraíba. Essa entrega foi a primeira entrega da Campanha Natal Pela Vida, promovida pelo Comitê de Entidades no Combate à Fome (Coep) e Fundação Solidariedade – braço social do Sistema Correio de Comunicação, que apóia esta campanha. Esse local foi escolhido, pois apesar de ter o programa de moradia, os moradores ainda enfrentam problemas nas áreas de saúde, educação e sustentabilidade.
A dona de casa Maria José Isaías, 54 anos, sobrevive com a quantia de R$ 77, de um programa do Governo Federal que visa combater a forme e suas causas estruturais. Ela mora com um filho de 21 anos de idade, que ainda não conquistou o primeiro emprego. “Eu vivo do que as pessoas me dão. É comida que o povo me dá, o pessoal da igreja que eu vou também me dá e até mesmo coisas para dentro de casa. E assim eu vou vivendo”, revelou. Maria contou ainda que sofre com problemas de saúde e que toma medicamentos para osteoporose e nervosismo. Já o filho é asmático. Moram no condomínio há um ano. “Essa macaxeira vai ser boa porque vou fazer na minha janta. Tudo que é dado é bem vindo”, afirmou, acrescentando que os medicamentos ela consegue na unidade de saúde da família (USF) do bairro.
Já Joseane Vasconcelos, 24 anos, dona de casa, que mora com seis pessoas, sendo três crianças (8, 6 e 2 anos de idade), aproveitou a macaxeira que recebeu ontem para fazer para o almoço. “A gente passa por dificuldade, mas a gente consegue viver coma a bolsa família. Quando o pessoal vem dá alguma coisa, a gente fica feliz porque junta com o pouco que a gente tem em casa e todos comem. Hoje (ontem) mesmo vou fazer essa macaxeira para o almoço de todo mundo”, comentou. O marido dela é pedreiro, mas parou de trabalhar há alguns dias porque está com problemas no coração.
O aposentado Geraldo da Silva, 66 anos, também ficou feliz por receber a doação. “Gostei muito porque era uma coisa que não tinha na minha casa e hoje (ontem) eu vou fazer o jantar com uma manteiga porque com carne não dá porque é muito caro”, revelou. Ele contou que assim que recebe o dinheiro faz a feira. “Na mesma hora eu fico liso porque também tem que pagar luz e água. Minha mulher não pode trabalhar porque é doente e eu é que tenho que levar ela para os hospitais para tratamento”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário