piemonte fm

domingo, 21 de dezembro de 2014

Dez concursos mais esperados do próximo ano reservam 8 mil vagas

Quinta-feira passada, por exemplo, a ministra Miriam Belchior (Planejamento) autorizou novo concurso para a própria pasta

Economia | Em 21/12/14 às 08h36, atualizado em 21/12/14 às 08h45 | Por Jornal Correio da Paraíba
Reprodução/EBC
Imagem ilustrativa
Emprego vitalício com salário alto. Nada de trabalhar aos feriados e até recesso de Natal. Aprovação em concurso público pode garantir muitos benefícios. Não conseguiu ser aprovado em um concurso este ano? Pois bem, tem muitos mais concursos durante o ano que vem. Fique sintonizado com a divulgação dos editais e saiba quais são os 10 concursos federais mais esperados para 2015.


Muitos deles estão engatilhados. Quinta-feira passada, por exemplo, a ministra Miriam Belchior (Planejamento) autorizou novo concurso para a própria pasta. A seleção vai oferecer 556 vagas. Desse total, 22 vagas também serão voltadas para a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). O prazo para publicação do edital de abertura é de até seis meses, ou seja, até junho de 2015.
Mas, nem pense em esperar pela publicação dos editais para começar a estudar. O bom mesmo é se antecipar. Importante o estudo de língua portuguesa, além de resolver provas de editais anteriores para o mesmo cargo, e também de outros concursos organizados pela mesma banca examinadora, para cargos de mesmo nível de escolaridade.
Veja alguns dos principais concursos federais:
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

A autarquia solicitou 4.730 vagas, sendo 2.000 para técnico (cargos de nível médio), 1.150 para médico perito e 1.580 para analista do seguro social. Este é um dos casos em que a liberação do concurso é mais do que urgente. Há algo em torno de 10 mil funcionários em condições de se aposentar (recebendo abono de permanência) e previsão de mais 10 mil até 2017, o que representa a metade do quadro total de funcionários. Foi o que apurou o Tribunal de Contas da União (TCU), em auditoria. A remuneração fica na faixa de R$ 4 mil para técnico, R$ 6 mil para analista e R$ 10 mil para perito, incluindo gratificações e vale-alimentação. As últimas provas para técnico e perito médico, ocorreram em 2011, organizadas pela Fundação Carlos Chagas. Conheça o edital, os requisitos para os cargos e as provas. O concurso para analista aconteceu em 2013, e a banca organizadora foi a Funrio.

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Deverão ser autorizadas 847 vagas para o cargo de auditor fiscal do trabalho, com nomeações escalonadas em 2015, 2016 e 2017, de acordo com nota técnica do Ministério do Planejamento. Mas isso não é garantia. Só a publicação da autorização no Diário Oficial da União definirá o número exato de vagas. Também há previsão de 100 vagas para analista técnico de políticas sociais. É uma prova complexa, com muitas disciplinas e, por isso, requer preparação de médio prazo. Quem estiver com foco na área fiscal, pode aproveitar a oportunidade e já incluir as disciplinas específicas na programação, desde que esteja adiantado nas matérias básicas. A remuneração fica em torno de R$ 15 mil para auditor e R$ 5 mil para analista, com perspectiva de aumento já no próximo ano. O concurso anterior para o cargo de auditor aconteceu em 2013, organizado pelo Cespe UnB. Veja o edital, os requisitos e as provas. Para analista técnico de políticas sociais, o concurso foi em 2012, organizado pela Esaf. 

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 

Foram pedidas 1,5 mil vagas, sendo 1.044 para técnico em informações geográficas e estatísticas (cargos de nível médio) e o restante para analista e tecnologista (ambos de nível superior). Esse é mais um caso em que há grande necessidade de concurso. Segundo o IBGE, há 6 mil funcionários no quadro e mais de 4 mil temporários, além de muitos funcionários já em condições de se aposentar. A remuneração é em torno de R$ 3 mil para o cargo de técnico e de R$ 7 mil para analista e tecnologista (podendo variar até R$ 8 mil, caso o candidato tenha especialização, mestrado ou doutorado). Para técnico, o último concurso aconteceu em 2013, organizado pela Cesgranrio. Veja aqui o edital, os requisitos e as provas. Para analista e tecnologista também houve concurso em 2013, pela Cesgranrio. 
Saiba os detalhes do demais certames no Caderno de Concursos da edição deste domingo do jornal Correio da Paraíba. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário