piemonte fm

sábado, 29 de novembro de 2014

MORREU CHAVES AOS 85 ANOS

Postado por Tião Lucena, 28 de Novembro de 2014 às 21:34


Roberto Bolaños morreu aos 85Reprodução/ Twitter
Morreu, nesta sexta-feira (28), aos 85 anos, Roberto Gomez Bolaños, criador das sériesChaves e Chapolin. O ator, humorista, escritor e produtor mexicano morreu em casa, em Cancún, e a causa da morte ainda não foi divulgada. 
No começo de novembro, em sua última aparição, o ator estava bem debilitado, usando um tubo de oxigênio, em foto divulgada por sua filha, Paulina. 
Em maio, o ator se isolou no litoral mexicano com a mulher, Florinda Meza, que interpretou Dona Florinda em Chaves. Amigos próximos declararam que a chance dele se recuperar era mínima, porém, ao longo do ano, apresentou altos e baixos. Bolaños deixa seis filhos e uma imensa saudade dos fãs em todo mundo, especialmente dos brasileiros.
No Brasil desde 1985, as séries Chaves e Chapolin logo se converteram em sucessos atemporais, à prova de qualquer mudança na grade. Líderes de audiência em muitos momentos, os personagens conseguiram renovar seu público, fazendo parte da infância de pelo menos três gerações de brasileiros.
última mensagem de Bolaños no Twitter é a prova de que o sentimento pelos brasileiros era recíproco. "Todo meu amor para o Brasil", escreveu o humorista em 26 de novembro, emocionando a todos que leram sua mensagem após saber de sua morte.

Trajetória
O ator, roteirista e diretor mexicano Roberto Gómez Bolaños foi o maior nome do humor televisivo na América Latina.Tanto que recebeu do cineasta conterrâneo Agustin Delgado, logo no começo da carreira, o apelido Chespirito, por considerá-lo uma versão em miniatura do inglês William Shakespeare (1564-1616), por conta de seu 1,60 m.
Começou a carreira como redator de rádio e televisão na década de 50, e passou a atuar em 1960. Bolaños atuou em vários papéis, mas seu personagem mais querido foi o Chaves, o menino pobre que vivia dentro de um barril. Puro carisma, o garoto era rodeado de outros personagens que caíram no gosto do público: Chiquinha, Seu Madruga, Dona Florinda, Quico, Professor Girafales, entre outros. Bolaños também interpretava o super-herói atrapalhado Chapolin, e imortalizou bordões como "Não contavam com minha astúcia"
Nascido em 21 de fevereiro de 1929, Roberto Bolaños estudou engenharia, mas foi na publicidade que começou a carreira, aos 22 anos. Na segunda metade da década de 1950, tornou-se roteirista requisitado, por conta de seu texto ágil e de humor facilmente apreendido pelo público. Depois de escrever os programas de maior audiência da TV mexicana, tornou-se também ator em 1968, na emissora TIM, com o personagem Doutor Chapatín.
Em 1970, estreou o programa Chespirito, com vários esquetes de humor, entre as quais a do personagem Chapolin Colorado. Em 1971, surgia El Chavo del Ocho, ou simplesmente Chaves para os brasileiros. E o sucesso foi imediato. Em 1973, os dois personagens já eram vistos em quase toda América Latina. Em 1975, dava cerca de 60 pontos de audiência na TV mexicana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário