piemonte fm

sábado, 22 de novembro de 2014

LAMENTAMOS O ASSASSINATO DE MAYARA KELLY COELHO FILHA DA PROFESSORA SELANE COELHO

Em João Pessoa, por volta das 19h, um casal foi morto na divisa das comunidades Nova Mangabeira e Paratibe, no bairro Valentina de Figueiredo, Zona Sul.

De acordo com informações policiais do 5º Batalhão de Polícia Militar, Na noite desta sexta-feira (dia 21), por volta das 19h, um casal foi perseguido e assassinado por quatro homens em duas motos, na divisa das comunidades Nova Mangabeira e Paratibe, no bairro Valentina Figueiredo, na Zona Sul de João Pessoa.
Segundo informações do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), Reginaldo Borges dos Santos Júnior, as vítimas conhecidas como Mijão, de 22 anos, e Mayara Kelly Coelho Santana, de 19, estavam em  carro de cor prata, quando foram surpreendidos pelos suspeitos que já chegaram atirando, em duas motos e trajando macacões de construção.
Após ter sido baleado, Reginaldo Borges ainda tentou conduzir o veículo, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morrendo no local. Os suspeitos fugiram e ainda não foram identificados. De acordo com a polícia, os assassinatos podem ter ligação com o tráfico de drogas. quando teriam sido surpreendidas por quatro homens que estavam em duas motos. Estes já chegaram atirando.
Mesmo baleado, o condutor ainda teria tentado dirigir o veículo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A Polícia Militar havia partido para investigações, mas ainda eram desconhecidos os autores e os motivos do assassinato.
Fonte: Portal Correio
 Tantos foram os sorrisos que vivemos, bem sei, também sinto saudades.
Peço-te: guarde-os no pensamento como eterna felicidade. Ah… Tantas são as nossas viagens livro de memórias grafadas… Nossos propósitos traçados, no decorrer de cada jornada.
Somos eternos participantes de predestinada, gincana onde as leis impostas de intuito, nos enleva, luz divina!
Que por cada um de nós, emana… Todos temos a hora do retorno, nada nos é doado como um fim nossos planos, nos aprimora a travessia, na inspiração de um jardim.
Não penses que deixei de existir ou que de ti, estou esquecido, creia, haverá o reencontro, razão por não haver me despedido.
As chegadas orações, nos são bálsamos de experimento, o amor é o lume das emoções, a enternecer em bênçãos, nossos sentimentos…

Nenhum comentário:

Postar um comentário