piemonte fm

sábado, 22 de novembro de 2014

Garota baleada em escola é sepultada na Capital; estudante suspeito do crime continua foragido

Garota morreu nessa sexta-feira, depois de passar por cirurgias e ter duas paradas cardíacas

Polícia | Em 22/11/14 às 12h51, atualizado em 22/11/14 às 16h56 | Por Redação
Reprodução/Instagram/Emerson Machado
Velório acontece em João Pessoa
O corpo da estudante Maria Beatriz Souza Santana, 14 anos, baleada dentro da escola Violeta Formiga, foi sepultado, na tarde deste sábado (22), no cemitério Santa Catarina, no Bairro dos Estados, Zona Norte da Capital. A garota morreu na última sexta-feira (21), depois de passar por cirurgias e ter duas paradas cardíacas. Ela levou três tiros no abdômen, disparados por um adolescente de 15 anos, que está foragido.

Leia também: * Vídeo de segurança de escola mostra quando garota foi baleada

* Após morte de estudante, Guarda Municipal da Capital dará plantão nas escolas

A comoção marcou o sepultamento da garota. Familiares e amigos prestaram as últimas homenagens e se solidarizaram com os pais de Maria Beatriz.


Após o crime, policiais encontraram no bolso da calça de Maria Beatriz um bilhete em que ela relatava a uma amiga o fim do namoro. Investigações apontam que o estudante suspeito do crime não teria aceitado o fim do relacionamento e por isso teria assassinado a garota.

“A estudante teve um relacionamento com o garoto e ele não aceitou o fim do namoro. Até agora, esse teria sido o motivo da tentativa de assassinato", afirmou o capitão Antônio de Sousa, comandante da Unidade de Polícia Solidária do bairro.

Segundo o superintendente da Polícia Civil na região metropolitana de João Pessoa, Wagner Dorta, o adolescente que tentou matar a ex-namorada já foi apreendido anteriormente e tem envolvimento com drogas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário