piemonte fm

sábado, 8 de novembro de 2014

Bebeto defende filho no Fla


Bebeto defende filho no Fla
 O Flamengo foi eliminado da Copa do Brasil e ganhou um novo vilão. O meia Mattheus, de 20 anos, entrou na metade da segunda etapa e pouco tocou na bola. Neste período, o Atlético-MG conseguiu a vantagem de 4 a 1 e garantiu classificação para a final do torneio. O filho de Bebeto foi o principal alvo da ira da torcida rubro-negra no retorno ao Rio de Janeiro após a queda.


O ex-jogador teve conversa particular com o filho na quinta-feira e revela que o meia não ficou abalado com as críticas recebidas. Bebeto também faz questão de ressaltar que Mattheus está no Flamengo por méritos e rebateu insinuações de que o jovem tenha sido beneficiado na carreira.


"Ele vive para o futebol, não bebe, não fuma e não tem noite. Tem que parar com essa história. Também não tem berço de ouro. Ele está lá desde os oito anos, acorda cedo. Não tem essa de playboy. Nunca recebeu privilégio por nada. Pelo contrário, é até mais cobrado", comentou Bebeto ao UOL Esporte.


Bebeto ressalta que Mattheus está concentrado nos próximos desafios e não se abalou com os comentários negativos de parte da torcida do Flamengo. O momento é complicado, mas o tetracampeão mundial reforça que o filho tem força para se recuperar.


"Ele é um moleque centrado e não deixa se abater. O aconselhei, falando sobre minha história", afirmou Bebeto, que admitiu que a família sentiu as críticas ao meia flamenguista. "Fiquei surpreso e revoltado. A família sente também. O garoto estava treinando bem. O Vanderlei não é bobo. Agora, culpar Mattheus pelos 23 minutos que jogou me deixa louco", rebateu.


"O Atlético-MG fez uma grande partida e dominou o Flamengo. Foi um tratamento exagerado que deram ao Mattheus. Nem Cristiano Ronaldo ou Messi conseguiriam fazer alguma coisa", complementou Bebeto.


O Flamengo, eliminado da Copa do Brasil, se concentra no Brasileirão a partir de agora. O time rubro-negro viaja para Pernambuco, local da partida contra o Sport às 17h do próximo domingo.


UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário