piemonte fm

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Dilma diz que é 'legítima' decisão do PSB de dar apoio a Aécio

Partido apoiará candidato do PSDB à Presidência no segundo turno.

Presidente concedeu entrevista nesta quarta em João Pessoa (PB).

Frederico MartinsDo G1 PB
A presidente Dilma Rousseff chegou ao aeroporto Castro Pinto, em João Pessoa, acompanhada do governador da Paraíba Ricardo Coutinho, do senador Vital do Rêgo e de outros políticos, onde concedeu uma rápida entrevista coletiva (Foto: Frederico Martins/G1)Dilma Rousseff  desembarcou no aeroporto Castro Pinto, em João Pessoa, acompanhada do governador Ricardo Coutinho e de outros políticos, onde concedeu rápida entrevista coletiva (Foto: Frederico Martins/G1)
Após o PSB oficializar apoio ao candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, no segundo turno, a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, afirmou nesta quarta-feira (8) que a decisão do partido é "legítima da democracia". Como havia dito em outros atos políticos, Dilma voltou a afirmar que no Brasil não há donos de eleitores.
"Eu acredito que a posição do PSB é uma posição legítima da democracia. Agora, como eles liberaram os seus governadores, é isso que explica o governador Ricardo Coutinho me apoiar. Eu acredito que é importante também, claro, falar com todos os eleitores dos demais partidos, os que fecharam comigo no primeiro momento e os que não fecharam. E você não tem donos de eleitores no Brasil", disse a presidente.
O PSB anunciou no início da noite, após reunião da Executiva do partido em Brasília, a aprovação do apoio a Aécio Neves. De 29 integrantes da Executiva que compareceram à reunião, 21 votaram pelo apoio a Aécio, sete pela neutralidade e um pelo apoio a Dilma Rousseff (PT), informou a assessoria do partido. Às 18h43, Aécio Neves chegou à sede do PSB para receber o apoio pessoalmente.

Na avaliação da presidente, faz parte da democracia durante uma campanha "cotejar" posições. Para Dilma, não há como fazer um processo eleitoral onde há conflitos de projetos sem dizer o que pensa.

Reunião do PSB
Embora tenha aprovado o apoio a Aécio, o PSB decidiu que dois diretórios estaduais não precisam seguir a decisão da cúpula nacional. Um desses casos é a Paraíba, onde o candidato a governador do PSB, Ricardo Coutinho, enfrentará no segundo turno o tucano Cássio Cunha Lima. O outro é o Amapá, onde o PT integra a coligação que apoia a candidatura a governador de Camilo Capiberibe (PSB).

A ex-senadora Marina Silva, que disputou a Presidência como candidata do PSB e terminou o primeiro turno em terceiro lugar, só deverá declarar publicamente seu posicionamento nesta quinta (9), após encontro com as lideranças dos demais partidos da coligação. O apoio de Marina Silva deve ser condicionado à inclusão no programa de governo de Aécio de alguns pontos, como o fim da reeleição para presidente e ações de sustentabilidade.
Defesa dos nordestinos
Mais cedo, durante entrevista em Teresina (PI), a presidente defendeu os nordestinos após internautas publicarem em redes sociais mensagens ofensivas contra a população do Nordeste, em razão da quantidade de votos dados à candidata do PT à Presidência. A presidente afirmou também que existe uma visão "elitista" que prejudica o Nordeste.

"As pessoas que falam mal do Nordeste não conhecem a região. Dizem que aqui as pessoas são desinstruídas. Nunca estiveram aqui, não sabem que o povo nordestino é mais compreensivo e desconhecem a revolução que aconteceu no Nordeste. Vocês têm que superar esta visão porque o Nordeste cresceu muito nos últimos 12 anos", disse a presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário