piemonte fm

domingo, 14 de setembro de 2014

'Não vejo contradição', diz Marina sobre aliança entre PT e PSB na PB

Candidata cumpre agenda em João Pessoa e Campina Grande.

Na capital, ela disse que quer 'trabalhar com os melhores'.

Do G1 PB
Marina Silva no Parque do Povo, em Campina Grande (Foto: Bruno Sakaue/TV Cabo Branco)Marina participou de comício no Parque do Povo em Campina Grane (Foto: Bruno Sakaue/TV Cabo Branco)
“Não vejo nenhuma contradição na aliança do PT com o PSB na Paraíba”, disse a candidata à presidência da República Marina Silva (PSB) durante visita ao estado neste sábado (13). “Desde 2010 bato na tecla de que trabalho com o melhor dos partidos”, disse, avaliando que cada partido tem seus “melhores”, que ela descreveu como “pessoas eficientes, competentes, dispostas a trabalhar para melhorar o Brasil, para melhorar o estado”. A declaração foi feita durante a coletiva de imprensa organizada no Hospital Padre Zé, em João Pessoa, onde ela visitou doentes.
A aliança entre os dois partidos aconteceu no fim do prazo para a homologação das convenções, quando o candidato ao senado pelo PT, Lucélio Cartaxo, passou a compor a chapa do candidato ao governo Ricardo Coutinho. Na campanha para a presidência, o PT é aliado do PMDB (que na Paraíba tem candidatura própria ao governo, com o candidato Vital do Rêgo Filho) e adversário do PSB.
Antes de chegar em João Pessoa, Marina passou por Campina Grande, onde participou de um comício no Parque do Povo. Em seu discurso, Marina disse que não se pode usar contra ela os mesmos preconceitos que foram usados contra o Lula”. “Nós queremos fazer o debate. Estamos pedindo para que parem com o embate, que apresentem seus planos de governo", disse. Depois da visita ao Hospital Padre Zé, Marina seguiu para comício no bairro de Mangabeira, de onde segue para o Aeroporto para embarcar para o Piauí.
Durante toda a programação na Paraíba, Marina Silva foi acompanhada do governador Ricardo Cotinho, candidato à reeleição pelo PSB, e pelo seu vice, Beto Albuquerque (PSB). Ela chegou à Paraíba depois de visitar a cidade de Sobral, no Ceará, onde pediu trégua no dia em que se completa um mês da morte de Eduardo Campos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário