RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Estudante é encontrada amarrada em escola pública de Campina Grande

Do G1 PB
Estudante esperava na frente da escola, em Campina Grande, quando foi abordada por homem (Foto: Reprodução / TV Paraíba)Estudante esperava na frente da escola quando foi
abordada (Foto: Reprodução / TV Paraíba)
Uma estudante de 18 anos foi encontrada amarrada e parcialmente despida na quadra de uma escola no bairro do Santo Antônio, em
Campina Grande, na noite da terça-feira (12). De acordo com a Polícia Militar, a jovem contou que um homem a puxou pelo pescoço e a arrastou até os fundos do terreno, por trás do prédio da escola, a agrediu e tentou drogá-la.
A jovem, que não quis se identificar, contou em entrevista à TV Paraíba como a ação aconteceu. “Eu cheguei com meu irmão na escola por volta das 18h30 e ele, que notou que esqueceu o caderno, disse para eu esperar um pouco que ele iria buscar e voltava. Fiquei esperando na frente da escola quando, uns quinze minutos depois, um homem me agarrou pelo pescoço e me arrastou até a quadra que fica nos fundos do prédio”, disse a estudante.
No local, ainda de acordo com a jovem, o homem tentou drogá-la com um comprimido e constantemente a ameaçava, batendo no rosto dela. “Ele me forçou a tomar um remédio e eu cuspi, daí ele me bateu e tentou me dar uma água que possuía um gosto estranho. Eu cuspi novamente, foi quando ele me ameaçou mandando eu ficar quieta e batendo no meu rosto”, contou.
Em seguida, a estudante explica que o homem tirou a blusa dela e a amarrou, utilizando a alça da bolsa da jovem. Na entrevista, a jovem conta também que ele chegou a chutar na barriga dela, enquanto ela gritava por socorro. “Em um determinado momento, ele notou alguma movimentação, amarrou meus pés com o meu casaco e depois fugiu, foi quando eu consegui pegar o celular na minha bolsa e liguei para um amigo que chamou por socorro”, completou a estudante.
Segundo jovem, homem a arrastou para a quadra, que fica nos fundos da escola em Campina Grande (Foto: Reprodução / TV Paraíba)Segundo jovem, homem a arrastou para a quadra,
que fica nos fundos da escola em Campina Grande
(Foto: Reprodução / TV Paraíba)
A diretora da escola, Fátima Andrade de Holanda, explica que o vigilante viu quando a jovem chegou com o irmão e sugeriu para que ela esperasse dentro do prédio. “Ela agradeceu e disse que não precisava. Em seguida o vigilante foi fazer uma ronda no auditório e só alguns minutos depois chegou até minha sala comunicando que estava ouvindo gritos de uma mulher vindos da quadra. Chamei a polícia e fomos até o local, foi quando encontramos a estudante amarrada”, explicou a diretora.
Fátima explica que não sabe quando nem por onde o homem entrou no terreno, mas desconfia que ele pode ter visto a jovem sozinha e pulado uma parte do muro que é mais baixa. “A escola está em reforma e estamos aumentando os muros, mas como as obras ainda não terminaram, aquela parte [da quadra] ainda está mais baixa que o resto do terreno”, disse.
A jovem foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para a realização de exames. A PM orientou a estudante a prestar queixa na delegacia e realizou buscas na região, porém ninguém foi preso até as 11h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário