sábado, 16 de agosto de 2014

Detento do PB1 sai para audiência escoltado por PM, mas retorna com celular, em João Pessoa

Depois de ser abordado para a revista, o apenado teria confessado que o aparelho era dele e teria dito ainda que pretendia entrar na unidade com o telefone escondido; PM não foi encontrada para esclarecer o caso
Polícia | Em 16/08/14 às 15h52, atualizado em 16/08/14 às 17h09 | Por Redação
Portal Correio
Adesivo prendia aparelho no corpo do detento
Um apenado da penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1), em João Pessoa, saiu escoltado por policiais militares para uma audiência na quinta-feira (15), mas quando retornou, chegou ao local portando um aparelho celular.

O detento foi para uma audiência no Fórum Criminal da Capital durante a tarde, sendo escoltado por policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar. Depois que ele saiu de uma cela que fica no quinto andar do Fórum Criminal, agentes penitenciários receberam a informação de que havia sido encontrada uma bateria de celular no local.

Ao voltar à penitenciária, os agentes fizeram a revista e identificaram que o detento portava um celular com dois chips de operadoras diferentes. Além disso, o apenado guardava uma bateria e todo o material estava envolvido em adesivo, colado na região do tórax do detento. 

Depois de ser abordado para a revista, o apenado teria confessado que o aparelho era dele e teria dito ainda que pretendia entrar na unidade com o telefone escondido. O homem foi levado para a 9ª Delegacia Distrital da Capital, localizada no bairro de Mangabeira e depois voltou para o PB1.

Na tarde deste sábado (16), o Portal Correio tentou entrar em contato com o major Cristóvão Lucas, coordenador de Comunicação da Polícia Militar, e também com o major Carlos Roberto da Silva Sena, comandante do 5º Batalhão, para que a PM falasse sobre o caso, mas os telefones não foram atendidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário