RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Campina Grande vai ter centro aeronáutico

Em busca de mão de obra qualificada, Campina Grande passará a oferecer em setembro o curso de manutenção de aeronaves.

COMPARTILHE
Fotos: Acervo Fiep
Em busca de mão de obra qualificada, Campina Grande passará a oferecer em setembro o curso de manutenção de aeronaves, na unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), no Distrito Industrial. Segundo o diretor de ações estratégicas da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Juan Pinheiro, o objetivo do curso, que vai funcionar no Centro de Tecnologia Aeronáutica (CTA), é promover o ensino profissional no setor aeronáutico.
“Iniciaremos em uma área que é muito importante, a de manutenção de aeronaves, mas no futuro novos cursos serão implementados”, ressaltou.
Juan Pinheiro lembrou que o CTA também visa ao campo da pesquisa e desenvolvimento de novos produtos para o segmento aeronáutico. Para isso, o Centro de Tecnologia Aeronáutica vai funcionar em parceria com o Senai e uma fábrica de aeronaves, a Stratus Indústria Aeronáutica, que será instalada nas proximidades do Aeroclube de Campina Grande.
A parceria entre o Senai e a fábrica de aviões tem o propósito de iniciar todo o treinamento nesse novo curso de manutenção de aeronaves. “Com essa parceria, o aluno poderá assistir aulas no curso de manutenção ao mesmo tempo em que poderá acompanhar todo o processo produtivo de aeronaves”, enfatizou.
O novo empreendimento, o Centro de Tecnologia Aeronáutica, gerará impactos positivos na área de Educação e na empregabilidade e geração de renda no Estado. Juan Pinheiro afirmou que o CTA será dotado de equipamentos modernos e apropriados para o aprendizado dos alunos. “O curso terá duração de dois anos e neste período os alunos aprenderão sobre a manutenção de aeronaves, tudo regulado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), já que para exercer a profissão eles precisam se submeter a uma prova feita pela agência para conseguir a licença de mecânico de aeronave”, ressaltou.
OBRAS

Atualmente, lembrou o diretor de Ações Estratégicas da Fiep, Juan Pinheiro, as obras do Centro de Tecnologia Aeronáutica ainda não foram concluídas, mas o CTA funcionará em uma área física de mais de 2.000 metros quadrados, onde ficarão todos os equipamentos para serem utilizados no curso, como também será instalada a fábrica de aviões, enquanto a nova sede não fica pronta.

FÁBRICA OFERECE ESTÁGIOS
Assim que as obras do Centro de Tecnologia Aeronáutica forem concluídas, a fábrica de aviões, a Stratus Indústria Aeronáutica, também será instalada no Distrito Industrial, enquanto a nova sede não fica pronta. Inicialmente, a empresa vai contratar, no primeiro ano de funcionamento, 40 funcionários, mas a meta é chegar a 200 funcionários para atuar na fabricação de peças e na montagem das aeronaves. “A empresa também propiciará aos alunos do CTA a oportunidade de realizar o estágio obrigatório para a conclusão do curso. A princípio, a empresa Stratus funcionará no mesmo local do CTA, enquanto a sede não ficará pronta nas proximidades do Aeroclube”, lembrou o diretor de ações estratégicas da Fiep, Juan Pinheiro.
As aeronaves produzidas em Campina Grande serão ofertadas tanto ao mercado nacional, como também aos países que compõem o Mercosul e Estados Unidos. Para Juan Pinheiro, a fábrica de aviões trará novas experiências no setor aeronáutico, atraindo outros empreendimentos, “permitindo a criação de uma sinergia de desenvolvimento com a qual poucas cidades do Nordeste terão o prazer de conviver. A educação profissional avançará muito nesse sentido”, concluiu.

MATRÍCULAS COMEÇAM EM SETEMBRO
As matrículas para a primeira turma do curso de manutenção de aeronaves do Senai poderão ser feitas em setembro. O diretor de ações estratégicas da Fiep, Juan Pinheiro, afirmou que serão oferecidas 40 vagas no primeiro semestre de funcionamento do curso e, logo em seguida, serão disponibilizadas mais vagas para duas turmas de 40 alunos.
O objetivo do curso, que terá duração de dois anos, é formar mecânicos profissionais de aeronaves. “Esses profissionais serão supervisionados pela Anac, e o propósito do CTA é capacitar todos os alunos para poder atender aos requisitos que são inerentes a um profissional que deseja trabalhar nesse segmento”, disse Juan.
Conforme informações de Juan, as aulas serão diárias e realizadas em plataformas de educação a distância (EAD), possibilitando que estudantes de todas as cidades da Paraíba e da região Nordeste possam ter a oportunidade de cursar também.
Inicialmente, será oferecido o curso de manutenção de aeronaves e três especializações: manutenção de células de aeronaves, manutenção de aviônicos de aeronaves e manutenção de motores aeronáuticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário