RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Hospital de Mamanguape vai beneficiar 160 mil pessoas de 11 municípios

O perfil da nova unidade de Saúde é de cirurgia geral, obstetrícia, urgência e clínica médica


Por:Sátiro Coelho Ayres
O governador Ricardo Coutinho inaugurou, no início da tarde desta quarta-feira (2), o Hospital Geral de Mamanguape. A nova unidade de Saúde vai beneficiar mais de 160 mil pessoas de 11 municípios do Vale da Mamanguape. Na obraforam investidos recursos do tesouro estadual na ordem de R$ 20,5 milhões, incluindo a construção do prédio e aquisição de equipamentos hospitalares.
Durante a solenidade, o govenador Ricardo Coutinho enfatizou que o novo equipamento contempla o projeto estadual de ampliações da oferta de leitos na rede pública de Saúde. “A Paraíba chega hoje a uma marca de 792 leitos acrescidos a mais na rede estadual de saúde. Até o final do ano devemos chegar aos 980 novos leitos. Nenhum estado do Nordeste conseguiu em três anos e meio ampliar a rede hospitalar em uma proporção como esta”, afirmou o chefe do executivo estadual.
Para o secretário de Estado da Saúde, Waldson Souza, a entrega do Hospital Geral de Mamanguape, que começou a funcionar já nesta terça-feira, também significa mais segurança na área de atendimento para a Região do Vale do Mamanguape. “Antes, essa população de 160 mil habitantes dos 11 municípios tinha que recorrer a João Pessoa e essa situação termina agora, com esta inauguração”, afirmou. “Trata-se de um hospital moderno, especialmente, com relação ao Centro de Imagens. Teremos um suporte tão grande que poderemos trabalhar com serviços de telemedicina para todos os diagnósticos na parte de imagem. E as especialidades médicas poderão se comunicar à distância (com outras unidades)”, explicou o secretario.
Ainda de acordo com o secretario, a Paraíba é o terceiro estado da região Nordeste que aplica 13,5% de toda a arrecadação estadual para saúde. “Hoje, só quem está à nossa frente é Pernambuco e Ceará. A nossa previsão é a de chegarmos à segunda melhor colocação até o final do ano”, previu.

Infraestrutura do hospital de Mamanguape – a construção do Hospital Geral de Mamanguape representou um investimento de R$ 11 milhões e mais R$ 9 milhões em aquisição de equipamentos. A manutenção mensal da unidade vai custar aos cofres estaduais R$ 2 milhões.
O perfil da nova unidade de Saúde é de cirurgia geral, obstetrícia, urgência e clínica médica. Segundo estimativas da Secretaria de Saúde, cerca de 10% da população dos 11 municípios devem precisar só dos serviços de internação por ano. Serão, portanto, 16 mil pessoas anualmente ou 44 diariamente beneficiadas. Isso sem contar com os demais atendimentos.
Ainda com relação à infraestrutura, o hospital contará com três salas de cirurgia, duas de parto, 10 leitos de UTI e enfermaria pediátrica. Entre os destaques está o Centro de Imagem, com tomógrafo de 64 canais, considerado um dos mais modernos do mercado; endoscópio; ultrassom; e raio-x digital. Inicialmente, a unidade hospitalar funcionará com 93 leitos. Dependendo da demanda, essa quantidade poderá ser ampliada até 125, que é sua capacidade total.
Municípios beneficiados
Os municípios da 14 Região da Saúde beneficiados são: Mamanguape, Rio Tinto, Marcação, Itapororoca, Baía da Traição, Jacaraú, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Mataraca,

Secom-PB


Nenhum comentário:

Postar um comentário