piemonte fm

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Criança de 3 anos é estuprada e padastro é preso como principal suspeito do crime

Vizinhos teriam escutados barulhos estranhos e denunciaram o caso ao Conselho Tutelar da região do Município.
Polícia | Em 31/07/14 às 08h37, atualizado em 31/07/14 às 08h48 | Por Redação
Reprodução/ Sintesp-UEPB
Município de Campina Grande
Um homem foi preso em flagrante na tarde dessa quarta-feira (30), no bairro Jardim Europa no município de Campina Grande, distante 130 km de João Pessoa. Ele é o principal suspeito de ter estuprado a enteado de apenas 3 anos de idade.
Conforme informações de vizinhos, o homem estava sozinho com a criança e eles teriam escutado barulhos estranhos e de imediato denunciaram o fato ao Conselho Tutelar da região do Município.
De acordo com o conselheiro Zinaldo Gomes, a denuncia dava conta de que uma criança estava sendo espancada e uma equipe foi averiguar a situação e foi contatada que ela estava bastante machucada.
Ele informou ainda que imediatamente foram efetuados os procedimentos e a menina foi levada para a Delegacia da Infância e da Juventude em companhia da mãe. Depois de registrada a queixa, a criança passou por exames da Perícia e foi encaminha para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde permanece internada em observação.
Segundo o laudo médico, foi confirmado que a menina além das agressões, ela teria sido abusada sexualmente pelo próprio padrasto.
A delegada da Infância da Juventude, Nercília Dantas, disse que a criança apresentava lesões nas pernas, na genitália, no rosto e estava muito machucada. “Quando vimos o estado dela, os agentes já entraram em campo para tentar prender o padrasto, suspeito das agressões. O flagrante que começou com lesão corporal e maus tratos também foi acrescentado o ato do abuso sexual, uma vez que, a perícia constatou o crime”, explicou.
De acordo ainda com a delegada, o padrasto terminou confessando o crime e que ele foi encaminhado para o Presídio do Serrotão onde aguardará julgamento da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário