piemonte fm

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Rômulo afirma que seria oportunista se deixasse o governo de RC depois de três anos


Rômulo afirma que seria oportunista se deixasse o governo de RC depois de três anos
 Pré-candidato ao senado pelo PSD, o vice-governador Rômulo Gouveia afirmou neste final de semana, que seria oportunista se deixasse o governo depois de três anos fazendo parte no governo. Rômulo que optou em apoiar à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), contrariando assim, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), disse que seria uma incoerência de sua parte, deixar o governo que ele ajudou a construir. Durante entrevista em Princesa Isabel, Rômulo frisou que ficaria envergonhado em passar três anos no governo e de repente, sem motivos concretos, deixar de apoiar esse projeto. Questionado se seria cria do grupo Cunha Lima, Rômulo preferiu não responder de forma objetiva, mas ressaltou que se formou politicamente nos movimentos estudantis e populares. Ele admitiu no entanto, que durante muito tempo acompanhou o grupo Cunha Lima, e que permanece leal ao senador Cássio. Só que precisa ter independência e postura. “Acompanhei politicamente o grupo Cunha Lima por muito tempo com lealdade, independência e postura altiva. Ricardo conhece  bem a minha postura desde que fui por duas vezes presidente da Assembleia Legislativa aonde conduzi a casa como um magistrado e na defesa dosinteresses da Paraíba",lembrou Rômulo. Rômulo Gouveia reafirmou que permanecerá junto com Ricardo Coutinho e está muito feliz em ter ajudado na construção de uma Paraíba mais desenvolvida com democracia participativa. "Como poderia ter passado todo o governo falando em todos os municípios que a Paraíba estava no rumo certo e de repente olhar para o meu semelhante e negar tudo isso. Quero deixar claro que agi com coerência. Não estou contra ninguém, estou a favor da Paraíba", completou.PBAgora

Nenhum comentário:

Postar um comentário