RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Campinense vira no último minuto e vence clássico contra o Treze por 2 a 1

Com gols de Wanderley e Leonardo Cipriano, a Raposa derrota o Galo e chega ao G2 do Campeonato Paraibano. Jaílson desconta para o Alvinegro de Campina Grande

Por Campina Grande
137 comentários
Campinense x Treze, Estádio Amigão (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)Wanderley marca o lateral Hudson, do Treze (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)
Campinense e Treze protagonizaram na tarde deste domingo um bom Clássico dos Maiorias. Em que a Raposa saiu de campo com a vitória em cima do Galo por 2 a 1. Até aí tudo normal, se não fossem as circunstâncias do jogo. Na verdade, foi um jogo emocionante. Épico, até. Principalmente para a torcida raposeira. O Alvinegro saiu na frente do placar ainda no primeiro tempo e até os 32 minutos da segunda etapa estava conseguindo os três pontos. Foi quando começou a brilhar a estrela do atacante Wanderley. Com um gol e um passe de bicicleta do camisa 11, o Rubro-Negro conseguiu a virada aos 46 minutos do segundo tempo, que lhe manteve vivo no Campeonato Paraibano.
O gol do Galo foi marcado pelo atacante Jaílson. Leonardo Cipirano marcou o segundo da Raposa. Com o resultado, o Campinense chega aos 15 pontos e volta ao G2 do estadual. Já o Treze permanece com 10 pontos e estaciona na quinta colocação da competição. Na próxima rodada, o Rubro-Negro folga, já que o Botafogo-PB, que seria o adversário raposeiro, vai ter jogo pela Copa do Brasil. O Galo, por sua vez, vai até Cajazeiras encarar o Atlético.
Primeiro tempo com poucas chances criadas
Os times criaram poucas oportunidades no primeiro tempo. Do lado do Campinense, Wanderley tentava dar velocidade nas saídas para o ataque. O Treze se defendia e tentava sair nas jogadas de contra-ataque. A Raposa ainda conseguiu levar perigo ao gol defendido por Gilson em jogadas de bola parada, sempre com o lateral-esquerdo Badé. Em uma das vezes, o camisa 6 cobrou escanteio e Édson Veneno finalizou. Na outra chance, também em cobrança de tiro de canto, Valdo subiu mais que todo mundo e cabeceou, mas o camisa 1 do Galo levou a melhor. 
Apesar da maior posse de bola da Raposa, o Treze se defendia e tentava sair para o ataque. Em uma das vezes, Hudson arriscou de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. E quando a primeira etapa parecia que ia terminar mesmo sem gols, o Galo balançou as redes. Aos 40 minutos, Jônatas Beluso fez boa jogada e passou para Fernandes. O lateral-esquerdo cruzou para Jaílson que, de cabeça, abriu o placar no Estádio Amigão. E o primeiro tempo acabou com vantagem alvinegra.
Jogadores do Treze comemoram gol contra o Campinense (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)Jogadores do Treze comemoram gol contra o Campinense (Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba)

Segundo tempo emocionante
Diferente da primeira etapa, os dois times foram para o segundo tempo demonstrando mais vontade. Precisando do empate, o treinador Freitas Nascimento promoveu duas mudanças no Campinense. E a Raposa partiu para o ataque desde o começo. Assim como no primeiro tempo, Wanderley e Badé eram os jogadores mais explorados no Rubro-negro. E foi justamente dos pés do camisa 11 que veio a primeira chance do clube do Alto da Bela Vista. O atacante recebeu sozinho na grande área, mas na hora da finalização não teve calma e chutou para fora. 
campinense x treze campeonato paraibano (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com/pb)Reação do Campinense no 2º tempo e festa raposeira (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com/pb)

E Wanderley insistiu tanto que acabou recompensado. Quando parecia que o Treze iria suportar a pressão do Campinense, veio o gol de empate. Aos 32 minutos, Zé Leandro cobrou escanteio e o camisa 11 da Raposa empurrou a bola para as redes. Tudo igual no Estádio Amigão. O resultado não interessava a nenhuma das duas equipes e os times se lançaram ao ataque. E quando todos achavam que o jogo terminaria mesmo empatado veio a virada raposeira. Aos 46 minutos, Dudu Medeiros acertou um bom lançamento, Wanderley tocou de bicicleta para a área e Leonardo Cipriano tocou de cabeça para o fundo do gol. Festa rubro-negra em Campina Grande: Campinense 2 x 1 Treze.

Nenhum comentário:

Postar um comentário