piemonte fm

sexta-feira, 21 de março de 2014

Policiais Civis de Remígio prende um dos braços do crime organizado em Remígio/PB

- -

A equipe de Agentes de Investigações de Remígio composta pelos policiais Vernaldo CostaLuiz Xavier e Franklin Basilio, após realizarem levantamento sobre a onda de crimes que vem ocorrendo no município e cumprindo Mandado de Prisão por sentença julgada prenderam Erianaldo Quinto da Silva, 23, mas conhecido no mundo do crime por Peruca, condenado a 5 anos e 6 meses por Tráfico de Drogas.
Peruca é um dos criminosos mais ativos em Remígio, tendo sido preso por Traficar drogas para o interior da Cadeia local, já que o mesmo mora a menos de 20 metros da cadeia, além de ter sido preso em outra ocasião por porte de arma de fogo, onde o mesmo estava junto de outro comparsa procurando um desafeto do mundo do crime para executá-lo.
Já no último domingo,16 de março uma gangue rival tentou executar Peruca em plena luz do dia na feira livre com golpes de faca, onde o mesmo levou 4 perfurações pelo corpo e conseguiu sobreviver. Segundo Erianaldo o mesmo não vai levar processo a frente e nem colaborar com informações, pois vai querer resolver isso pessoalmente.

Nos últimos meses vem aumentando o número de roubos e incidência de usuários de drogas na cidade onde as vítimas preferem levar para o lado político e discutem nas redes sociais os crimes, mas não levam ao conhecimento das autoridades policiais prestando queixa nas delegacias, sem os registros de queixas a polícia não tem como trabalhar e com isso dificulta os trabalhos dos Agentes de Investigações.

reveja as prisões de Erianaldo

OPERAÇÃO "PASSA QUE EU PASSO"

Foi deflagrada a operação "Passa que eu passo" neste sábado,11/09/2010, por volta das 10:40h, culminando com a prisão de dois indivíduos que tentavam traficar maconha na cadeia pública de Remígio/PB. O popular conhecido por "CENIR" (Alcenir da Cunha Melo), que cumpria pena alternativa na cadeia pública de Remígio (por determinação judicial), sempre aos sábados, foi visto ao portão da referida unidade prisional recebendo algo, em atitude suspeita, do popular conhecido por "PERUCA" (Erianaldo Quinto da Silva, também conhecido por "DAMEU"). "CENIR" ao adentrar o interior da cadeia foi abordado pelo agente penitenciário Napoleão, que viu toda a ação, e após revista foi constatado que o mesmo transportava consigo 02 (dois) papelotes contendo maconha (confirmado através de exame da UML/CG). Napoleão e Valdo, também agente penitenciário, deram voz de prisão a "CENIR" e contataram a autoridade policial plantonista do Pólo Remígio, o Delegado de Polícia João Joaldo, a  quem CENIR confessou ter comprado a droga pela quantia de R$ 5,00 (cinco reais) a "PERUCA", alegando ser usuário. Os agentes de investigação plantonistas do Pólo Remígio (Franklin Basílio e Gilvan Fernandes) e os policiais militares da guarnição de Remígio (Sgt. Marcos Silva, CB Ronaldo e SD Elcides), efetruaram diligências e prenderam o popular "PERUCA", nas imediações da Cadeia Pública de Remígio, na residência de sua mãe (Sítio Queimadas). Os presos foram autuados por associação para o tráfico, e podem pegar de 05 (cinco) a 15 (anos) anos de prisão. Segundo informações dos agentes penitenciários “PERUCA” passou a droga para “CENIR” passar para algum preso.

Preso dupla na cidade de Remígio, no brejo paraibano, com dois revólveres que planejam executar um inimigo.



Por volta do meio dia desta sexta-feira, 23, policiais da Força Tática de Esperança do 10º BPM visualizaram dois indivíduos numa moto preta e sem os mesmos perceberem, os policiais deram meia volta e abordaram os dois indivíduos rapidamente, após uma revista pessoal verificou-se que estavam portando dois revolveres calibre .38 e ao serem solicitados a apresentar os documentos um dos indivíduos apresentou o documento do irmão já falecido. Após verificar nos sistemas policiais foi constatado que ambos possuem processo. O primeiro de camisa azul na foto, é Erianaldo Quinto da Silva, mas conhecido por PERUCA, com 22 anos, o qual cumpriu cinco meses de prisão por Associação para o Tráfico, prisão realizada na época pelo atual Delegado Regional João Joaldo.
O segundo e mais perigoso de camisa branca na foto, se trata de TIAGO DANTAS DA SILVA, de 25 anos, mas conhecido por TIAGO CABEÇÃO ou ZÉ DA BUNDONA, o qual afirmou categoricamente que responde processo pela morte de mais de oito indivíduos  pelas cidades do sertão, como Itabaiana, Santa Luzia, sendo esses os quais que ele responde; Afirmou que matou e mata qualquer um que mexesse com ele, e estava com aqueles revolveres porque estava procurando um rapaz que teria ameaçado na noite anterior e o mesmo não queria deixar ele impune.

Tiago informou que já foi condenado a mais de 26 anos de cadeia vindo a cumprir oito anos no Presídio do Serrotão, e após conseguir o albergue para de ir vindo a está atualmente um ano foragido; Informou também que depois disso passou um tempo na cidade de Lagoa Seca, e deixou escapar que havia matado um na cidade de Lagoa de Roça e que estava em Remígio a aproximadamente 4 meses trabalhando como tatuador profissional já que exercesse essa profissão a mais de 12 anos tendo clientes até de João Pessoa e cobrando até R$300, 00 pelo serviço. Após a confecção do flagrante ambos foram conduzidos para cadeia pública de Remígio, onde Tiago aguardará a sua transferência para o Serrotão e Erianaldo ficará a disposição da justiça local.
As investigações continuará após a conclusão do inquérito pela Delegacia de Homicídios de Campina Grande, já que segundo informações o pessoal daquela delegacia já estava a procura de Tiago.
No início da noite, o Delegado Lamartine Lacerda, titular da Delegacia de Remígio cedeu entrevista para a Tv Paraiba com relação ao caso.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário