RADIO PIEMONTE FM

piemonte fm

sábado, 29 de março de 2014

Indicada pela Fifa como opção para Fan Fest, João Pessoa se antecipa e recusa evento

Custos da festa para promover jogos da Copa giram em torno de R$ 11 a R$ 20 milhões; Prefeitura de João Pessoa e Governo da Paraíba descartam bancar evento com verba pública
Futebol | Em 29/03/14 às 00h20, atualizado em 29/03/14 às 01h02 | Por Alisson Correia
Reprodução/Fifa.com
Rio já sediou o evento, em 2010
Apontada pelos organizadores da Copa do Mundo 2014 como alternativa para realização da Fan Fest, diante da ameaça de Recife (PE) em não aceitar o evento, João Pessoa (a 120 km capital pernambucana) já se antecipou em recusar a organização da festa. Segundo a própria Fifa, os gastos com esse evento giram em torno de R$ 20 milhões. Secretarias de Esporte do Município de João Pessoa e da Paraíba descartaram qualquer possibilidade de arcar com esses custos. 
A assessoria de comunicação da Secretaria de Esportes e Copa do Mundo de Recife (PE) disse ao Portal Correio que a Fifa determinou que a Prefeitura Municipal da cidade deveria pagar R$ 11 milhões para bancar shows e toda a estrutura do evento, previsto inicialmente para ocorrer no Marco Zero. Porém, a administração municipal revelou que não vai desembolsar valores desse porte e espera que a Fifa tome outras providências, de forma que o valor seja reduzido, até mesmo com a participação de patrocinadores.

Portal Correio buscou esclarecimentos sobre o assunto junto com os secretários de Esportes da Paraíba e de João Pessoa, Tibério Limeira e Sérgio de Morais Meira, respectivamente. Os dois negaram que a Fan Fest esteja prevista para ocorrer na capital paraibana.

Os secretários de Turismo do Estado e do Município não foram localizados para prestar informações sobre o caso.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Esportes e Copa do Mundo de Recife disse ainda que não procede a informação de que a cidade não teria segurança suficiente para sediar a Fan Fest e reforça que tudo se trata apenas de uma questão financeira.

Em fevereiro deste ano, quando o assunto começou a ser abordado, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, havia afirmado que a Capital estaria disposta a receber a Fan Fest, desde que a Prefeitura Municipal não tivesse que arcar com os altos custos, ou seja, a mesma situação identificada em Recife.

O diretor de marketing da Fifa, Thierry Wiel, divulgou, também em fevereiro, que Florianópolis (SC) seria outra opção para sediar a Fan Fest, caso o evento não ocorra em Recife. Naquele mês, ele ainda disse que a capital de Pernambuco poderá ser acionada judicialmente por se negar a receber a festa, tendo em vista que ela é obrigatória para as cidades que sediam jogos da Copa, conforme acordo contratual.

Ele reforçou essa informação nessa quinta-feira (27), durante uma entrevista coletiva no Rio de Janeiro, quando disse também: "Não recebemos oficialmente nenhuma notificação de Recife sobre a Fan Fest. Mas o fato é que teremos de tomar uma decisão em breve. Hoje temos algumas outras opções, como cidades vizinhas que ficarão mais do que felizes em receber as Fan Fests".

Fifa Fan Fest 

Trata-se de um evento de grande porte realizado em todas as cidades onde estão programados jogos da Copa do Mundo. Para 2014, no Brasil, a lista inclui Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Manaus/AM, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA e São Paulo/SP.

A festa traz entretenimento ao ar livre, transmissão de jogos por telões, comércio, gastronomia, artesanato e ainda estimula a economia local através da atuação de micro e pequenas empresas.

A ideia surgiu em 2006, durante a Copa do Mundo na Alemanha, onde foi extremamente bem sucedida e ganhou uma nova edição no Mundial na África do Sul, em 2010.

Os pontos escolhidos para a realização do evento devem ser espaçosos, dotados de infraestrutura que permita segurança, conforto e acesso fácil e rápido a serviços de transporte ou de emergência médica.
Em 2010, o Rio de Janeiro foi uma da seis cidades que receberam a Fifa Fan Fest fora da África do Sul, além das nove cidades-sede sul-africanas. Assim como no Rio, mais de seis milhões de pessoas em Berlim (Alemanha), Cidade do México (México), Paris (França), Roma (Itália) e Sydney (Austrália), tiveram a oportunidade de acompanhar o Mundial por 31 dias através dessa festa. A capital carioca recebeu cerca de 600 mil pessoas durante esse período, na edição promovida na Praia de Copacabana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário